Die Kolonie Santo Ângelo Zeitung
Copyright © 2000-2016 by Editora Werlang   •   All Rights reserved   •   www.werlang.de - www.coloniasantoangelo.com.br
Autor: William Werlang
Locução: Janice Hermes
O Jornal da Colônia Santo Ângelo
0046
< >
Archive.org    Blog    Twitter    CEW    Colônia Santo Ângelo    Linhagens    Links    Fale Conosco
Áudio 0046
      Militar, Diretor da Colônia Santo Ângelo e Político

    
Em 1854 o Barão von Kahlden foi promovido a 2º tenente, quando o Presidente Sinimbu nomeou-o para dirigir os consertos da ponte do Salso.

    Em fevereiro de 1855 foi nomeado construtor da ponte sobre o arroio Santa Bárbara, em Cachoeira (do Sul). O projeto era do engenheiro Heydtmann, e von Kahlden assumiu a obra com 47 comandados, todos alemães.

    Em dezembro 1857, o Barão von Kahlden assumiu o cargo de Diretor da Colônia Santo Ângelo, onde permaneceu até 1882.

   Entre 1883 e 1887 assumiu uma cadeira na Câmara de Vereadores de Cachoeira. Nesta época residia na rua Saldanha Marinho, onde possuía uma ampla residência.
Maioria Liberal da Assembléia Provincial em 1889.
Sentados: José F. Diana, Severino Freitas Prestes, Joaquim Pedro Salgado, Gaspar Silveira Martins, Joaquim Pedro Soares, F. C. Araújo Brusque e Antônio E. Camargo. Em pé: Joaquim A Vasques, Orlando Carneiro Fontoura, Alfredo Pinheiro Machado, Albino Pereira Pinto, A F. Prestes Guimarães, Carlos von Koseritz, Luiz H. Moura de Azevedo, José M. Silva Só, Frederico Haensel, Barão von Kahlden, Pedro Pereira Maciel, João de Deus Martins, Pedro Baptista Correia da Câmara, Bento Soares de Oliveira e Diniz Dias. (Duarte, Olympio, Escavações Históricas. Porto Alegre, Globo, 1933).
    Entre 1883 e 1887 assumiu uma cadeira na Câmara de Vereadores de Cachoeira. Nesta época residia na rua Saldanha Marinho, onde possuía uma ampla residência.

    Finalmente, em 1888 foi eleito Deputado Provincial com 1329 votos, pelo Partido Liberal, ao lado de Gaspar Silveira Martins. No ano seguinte, toda a bancada da Assembléia Provincial foi deposta pela República.

    Na década de 1890, o Barão von Kahlden vendeu a sua residência para Carlos Antônio Borges e se transferiu para Porto Alegre.

   Faleceu no Rio de Janeiro no dia 13 de setembro de 1910 e foi sepultado no Cemitério São João Batista. (Jazigo 6278, aléia 8).
In Hoc Signo Vinces!
contador de visitas