Die Kolonie Santo Ângelo Zeitung
Copyright © 2000-2016 by Editora Werlang   •   All Rights reserved   •   www.werlang.de - www.coloniasantoangelo.com.br
Autor: William Werlang
Locução: Janice Hermes
O Jornal da Colônia Santo Ângelo
Membros da Família Fiss da Colônia Santo Ângelo
0043
< >
Archive.org    Blog    Twitter    CEW    Colônia Santo Ângelo    Linhagens    Links    Fale Conosco
Áudio 0043
A residência do Barão von Kahlden no planalto do Paraíso

    Num diálogo com a esposa, Kahlden assim se referiu ao local da futura residência da família:

    - Era um local íngreme para chegar e elevado. Tivemos que botar abaixo a mata e iniciarmos a construção da pequena cabana provisória. Era uma cabana com aproximadamente 150 metros quadrados, toda de barro e madeiras típico estilo de Mecklenburgo-Schwerin. Dois anos depois, em 1865, Kahlden contrata carpinteiros e pedreiros para construírem a sua casa definitiva.

    Era enorme para a época, uma grande sacada de madeira para a recepção dos inúmeros visitantes. Atrás um grande cercado para os cavalos agora já disponíveis na Colônia em grande quantidade.  
    O local era muito bonito, uma vista maravilhosa para os campos e serras da região. O porão enorme podia ser usado como hospedaria para os visitantes, os empregados dos grandes senhores. Na parte superior da casa inúmeros quartos para personalidades importantes. Carolina e suas acompanhantes se encarregavam de recepcionar aos convidados.

    As estradas sempre estavam conservadas na região próxima da casa do diretor, diferentemente do restante da colônia. Especialmente a estrada para Cachoeira estava em perfeitas condições.

    Personalidades importantes passavam por ali com grande freqüência. Colonos eram recepcionados na parte da frente da casa, onde estava o seu salão e escritório de recepção.

    Uma enorme mesa, quadros, livros e mapas de agrimensor de toda a Colônia Santo Ângelo e região faziam parte da decoração do grande e luxuoso salão/escritório. Do lado esquerdo da escrivaninha um quadro enorme de Dom Pedro II e depois da unificação alemã de 1871 se ajuntou ao do Kaiser Guilherme I.

    Da sacada pendia um enorme quadro de avisos escritos em alemão de lousa com avisos oficiais com artigos de leis e de jornais alemães pregados na parede da frente da casa.

No local também eram pagas as dívidas coloniais, os impostos, as queixas ao delegado Kahlden, enfim uma vida extremamente agitada.
In Hoc Signo Vinces!
contador de visitas