Die Kolonie Santo Ângelo Zeitung
0013
< >
Archive.org    Blog    Twitter    Coleção Editora Werlang    DKSAZ    Linhagens    Links    Fale Conosco
Áudio 0013
Autor: William Werlang
Locução: Janice Hermes
O Jornal da Colônia Santo Ângelo
                    A Chegada ao Cerro Chato (III)


    Nicolau Thomé havia vindo do Reino da Prússia sozinho e pretendia enriquecer com as terras que iria receber e obter um bom casamento. Nada poderia impedir os seus sonhos de riqueza e felicidade.

    João Barth, sua esposa Catharina Barth e um filhinho eram os únicos católicos da embarcação.

    Naturais do Grão Ducado do Hessen, se sentiam isolados naquele navio composto quase que exclusivamente de pomeranos e de protestantes, mas souberam conduzir bem o relacionamento com os seus patrícios germânicos.
     August Witt com a esposa Dorotéia, naturais do Holstein, haviam sofrido a dura realidade de uma epidemia de tifo no navio que havia embarcado em Hamburgo. Ali presenciaram a morte de parentes e amigos que deveriam ter emigrado juntos para a Província de São Pedro do Rio Grande do Sul. Todos foram jogados no mar. Isto havia ocorrido em 1851, pois ele era militar que serviria nas Guerras Cisplatinas.

    Hermann Maak, solteiro, natural de Berlim, havia embarcado ainda em 1851 em Hamburgo também para lutar nas guerras americanas no sul do Brasil. Nunca aceitou ter saído da Alemanha, que na época chamava-se "Königlich Preußischer". Mas a guerra o havia empurrado para fora de sua querida "cidade luz", como era chamada na época. Casou-se posteriormente com Carolina Maak, natural do Grão Ducado de Saxe-Weimar, que havia vindo posteriormente para o Brasil.    
August Witt fixou residência na Picada Morro Pelado.
Copyright © 2000-2016 by Editora Werlang   •   All Rights reserved   •   www.werlang.de - www.coloniasantoangelo.com.br
In Hoc Signo Vinces!
contador de visitas