Die Kolonie Santo Ângelo Zeitung
0011
< >
Archive.org   Blog    Twitter    CEW    Die Kolonie Santo Ângelo Zeitung    Linhagens    Links    Fale Conosco
Áudio 0011
O Jornal da Colônia Santo Ângelo
Copyright © 2000-2016 by Editora Werlang   •   All Rights reserved   •   www.werlang.de - www.coloniasantoangelo.com.br
             A Chegada ao Cerro Chato (I)

   Frederico Guilherme Waedelstädt havia sido encarregado de construir os galpões dos pioneiros, entretanto, devido à oposição dos nativos, não foi possível nem medir os lotes coloniais, nem construir os galpões.

    Em Porto Alegre, no dia 10 de outubro de 1857, um grupo de 46 colonos pioneiros, se preparavam para embarcar no Vapor D. Pedro, que subiria o rio Jacuí até a Colônia Santo Ângelo.

    Devido ao excesso de chuvas o grupo teve que esperar mais alguns dias antes de partir para a nova Colônia. O Comandante da pequena embarcação, fora orientado no Palácio do Governo expressamente de que "os colonos deveriam desembarcar no porto da Colônia". Não importava os seus argumentos. Todos deveriam ficar no local, nem que isso tivessem que utilizar a força, pois era comum na época o desvio de rota dos colonos.
  
    Como todos iriam "fundar" uma nova Colônia, não gostariam da idéia de serem largados no meio da mata, sozinhos e iniciarem uma colonização num local distante quanto aquele. No dia 18 de outubro as tempestades acalmaram e o grupo pôs-se a caminho, rio Jacuí acima.

    Francisco Pötter era uma espécie de líder do grupo. Logo que aquela gente havia se reunido, notou-se que o grupo obedecia ao seu comando.

    Seu filho Augusto Pötter atraia a atenção dos colonos por sua vivacidade e determinação em chegar logo a nova Colônia.

    Christiano Leusin, natural de Neumark, Pomerânia, havia embarcado com "sua mulher e três filhos", e demonstrava profunda preocupação pelo estado de saúde de Albertina Leusin, sua filha mais nova, que apresentava sintomas de contaminação pela varíola e estava num estado lamentável. A esposa também chamada Albertina se esforçava em tentar controlar a forte febre da filha querida.  
In Hoc Signo Vinces!
contador de visitas